5 novidades do iOS 11 que são notícia velha para usuários de Android

A Apple revelou nesta segunda-feira, 5, as novidades do iOS 11, que definem a estratégia móvel da empresa para o próximo ano. Foram vários recursos interessantes, que podem melhorar a vida de usuários de iPhones e iPads.

No entanto, não é por serem novos no ecossistema Apple que os recursos são novos no mercado de celulares como um todo. A seguir estão cinco exemplos de novidades do iOS 11 que já são bastante conhecidas pelos usuários do Android.

Conheça novidades do iOS 11 que são notícia velha para usuários de Android

Gerenciador de arquivos

Um dos aplicativos revelados durante a MWC para o futuro do iOS como uma ferramenta mais voltada para produtividade, especialmente no caso do iPad, foi o Files. A ideia é simples: permitir que o usuário ganhe acesso ao sistema de arquivos do iOS para poder organizar melhor seus documentos e acessá-los de uma forma mais fácil.

Neste caso, a Apple está vários anos atrasada. E não só em relação ao Android, mas ao Windows e também ao próprio macOS. Não existe justificativa satisfatória para não dar acesso ao sistema de arquivos, porque é uma limitação artificial boba imposta ao usuário, e é bom ver que isso finalmente mudou.

Sugestões da Siri

Um dos destaques da apresentação foi a Siri e sua capacidade de aprender hábitos dos usuários para ser mais pró-ativa em suas sugestões. Isso tem um nome no Android: cards do Google Now. Eles existem há anos e são compatíveis com inúmeros aplicativos, com inúmeras funções.

Se você deixar o assistente do Google livre, ele vai sugerir sites, notícias e tudo mais que ele perceber que for do seu interesse. Felizmente, agora a Siri será capaz de fazer o mesmo.

Tradução

Outro novo recurso da Siri é a capacidade de traduzir texto de um idioma para outro. Basta dizer alguma coisa na sua língua nativa e selecionar outra para que a assistente faça o trabalho de tradução. No entanto, isso funciona apenas com inglês, francês, alemão, espanhol, italiano e mandarim.

Enquanto isso, o Android faz o mesmo com o próprio aplicativo do Google, com suporte a muito mais idiomas e há muito mais tempo.

Enviar dinheiro para os amigos

Um dos recursos que a Apple alardeou no palco foi a capacidade do Apple Pay de permitir a transferência de dinheiro de uma pessoa para outra; até hoje, só era possível usar a ferramenta com pagamentos em lojas físicas, em aplicativos ou sites.

Só que isso é notícia velha no mundo do Google. A empresa já tem há muitos anos o Google Wallet, que já faz isso pelo menos desde 2015, permitindo até mesmo a transferência de dinheiro pelo Gmail. Para todo o resto, também existe o Android Pay. E, infelizmente, nada de Brasil até hoje.

Mapas de lugares fechados

O aplicativo de mapas da Apple foi atualizado com uma grande novidade: o mapeamento de espaços fechados. A empresa por enquanto está voltada aos Estados Unidos, com foco em apenas alguns shoppings e aeroportos.

O Google Maps, por sua vez, já faz isso há bastante tempo, inclusive no Brasil. Pelo menos nas grandes cidades brasileiras, é possível navegar por dentro de um shopping usando o aplicativo tranquilamente, com informações sobre onde estão determinadas lojas e distinção por andar.
*OlharDigital

Post Comment